Programa que reinsere menores infratores na sociedade será implantado no próximo mês, em Goiânia

Na capital há cerca de 260 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa e 230 em internação provisória e definitiva

menores

O projeto foi implantado em Aparecida de Goiânia há sete anos

O Programa Meu Guri deve ser implantado em Goiânia no próximo mês. Na última sexta-feira (5/9), a juíza Maria Socorro de Sousa Afonso, do juizado da Infância e da Juventude de Goiânia, apresentou o projeto para representantes da prefeitura, do governo estadual e órgãos ligados à rede de proteção ao adolescente. Segundo a magistrada, o Programa vai proporcionar aos adolescentes em situação de risco (principalmente os já infratores) a oportunidade de reinserção na sociedade.

Segundo Maria Socorro de Sousa, que é a idealizadora do projeto na capital, a ideia é buscar parcerias para tornar viáveis ações voltadas para os adolescentes e seus familiares. “Queremos transformar a realidade dos adolescentes, criando-lhes oportunidades mais justas, buscando a sua efetiva reinserção social”, frisou, ao dizer que, na capital, há cerca de 260 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa e 230 em internação provisória e definitiva.

A estratégia consiste em investir na reeducação, por meio de cursos profissionalizantes, fazendo com que eles retornem às escolas e tenham oportunidades de trabalho, para não reincidirem no crime. . Além disso, eles serão inseridos em atividades culturais, de esporte e lazer. “Por isso, a importância dos parceiros. Com cada um fazendo sua parte, aumentamos a atuação da rede de proteção”, pontuou. Os jovens beneficiados com o projeto, juntamente com seus familiares, serão acompanhados e terão orientação educacional, além de apoio psicológico e social

O presidente da Fundação Bancos de Olhos de Goiás, Zander Campos da Silva, elogiou a iniciativa salientou da preocupação que as pessoas devem ter com a responsabilidade social. “Esperamos e queremos contribuir para um mundo melhor”, disse.

O Programa Meu Guri foi lançado no final de  2007, em Aparecida de Goiânia e teve parceiras com a prefeitura da cidade, conselhos tutelares, Organizações Não Governamentais (ONGs) e com o meio empresarial. De acordo com Maria Socorro de Sousa, o nome do projeto faz alusão à canção de Chico Buarque de Holanda, de mesmo nome, que narra a história de uma criança que furtava para ajudar a mãe, sem que ela soubesse, e foi morto em uma de suas empreitadas.

Uma resposta para “Programa que reinsere menores infratores na sociedade será implantado no próximo mês, em Goiânia”

  1. Avatar Maria Rosa Bravo Becerra disse:

    Belo projeto vamos participar e ajudar nossos adolescentes. Ajudando nossos adolescentes e suas familias estamos nos ajudando.!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.