Professores da UFG paralisam atividades na próxima semana

Paralisação é manifestação contra PECs em tramitação no Congresso que, segundo o sindicato, colocam a categoria em ricos

Ato tem apoio e adesão de entidades estudantis | Foto: reprodução

A Universidade Federal de Goiás (UFG) ficará sem aulas no próximo dia 18. Em adesão à movimento nacional, os professores decidiram há uma semana aderir à Greve Geral, que recebe apoio e adesão de entidades estudantis contra PECs em tramitação no Congresso que podem colocar a categoria em risco.

De acordo com o Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado de Goiás (Adufg-Sindicato), a agenda de mobilizações envolve debates sobre os projetos e cobra pelo combate contra o que classificam como “precarização dos serviços públicos”.

“Com todos os cortes que o governo está fazendo, vamos perder pelo menos 60% do nosso salário. Por isso, é fundamental que a paralisação seja geral. Ou nós lutamos para manter a universidade pública ou vamos perder tudo”, afirma o presidente da Adufg, Flávio Alves da Silva.

Entre as matérias questionadas pelo sindicato está as PECs 186, 187 e 188, projetos de controle financeiro que pode afetar salários e outros direitos conquistados pela categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.