Professores da UFG decidem manter greve por tempo indeterminado

Em Assembleia, maioria dos profissionais resolveu dar continuidade à paralisação

Foto: Daniel Christino

Foto: Daniel Christino

Em assembleia nesta quarta-feira (5/8), professores da Universidade Federal de Goiás (UFG) deliberaram pela manutenção da greve da categoria, que teve início no mês de agosto. Os profissionais pedem melhores salários e investimento na Educação.

Segundo a assessoria de imprensa do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg), os professores já se articulam para compor o comando local de greve. Ainda não há previsão para a realização de uma nova assembleia.

A UFG ainda não se manifestou sobre a continuidade da greve. Mais cedo, em nota, a universidade informou a suspensão do calendário de colações de grau em decorrência do movimento grevista. As novas datas serão divulgadas somente após o final da greve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.