Professora tem 40% do corpo queimado após explosão de frasco de desodorante

Acidente ocorreu em Trombas-GO, a 416 km de Goiânia, no último domingo (24). Marlene Moreira está sob observação no Hospital de Queimaduras de Anápolis

Professora tem 40% do corpo queimado após explosão de frasco de desodorante. | Foto: reprodução arquivo pessoal

Uma professora de 59 anos teve cerca de 40% do corpo queimado, no último domingo (24), após explosão de um frasco de desodorante na cidade de Trombas-GO. Marlene Moreira estava com o marido queimando lixo na fazenda da família quando o acidente aconteceu.

Depois da explosão, a professora contou que sentiu muita dor e passou 20 minutos debaixo do chuveiro. Marlene aplicou babosa e compressas antes da viagem de 400 km até o Hospital de Queimaduras de Anápolis. Ela segue em observação na unidade, onde passa por limpeza todos os dias.

Sem previsão de alta, Marlene disse estar arrependida de não prestar atenção na separação do lixo. O frasco do desodorante que explodiu é do tipo aerossol. O conteúdo do produto fica sob pressão e tem compostos químicos inflamáveis. No próprio frasco, os fabricantes alertam para o risco de explosão. A embalagem não deve ser exposta ao calor e o recipiente deve ser feito quando estiver vazio.

Marlene contou que o produto foi descartado porque estava vencido. No entanto estava pela metade.

Com informações do portal UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.