Professor que foi sem máscara a ato pró-Bolsonaro morre com suspeita de Covid-19

Ele aparece sem máscara e em aglomeração, ao lado de outros participantes, em filmagem no dia do evento

Professor participou de ato em defesa do presidente sem máscara | Foto: Reprodução

Um professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) que foi a uma manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro em 19 de abril no último domingo, 17. A suspeita é que a morte tenha sido causada por Covid-19.

Angelo Antônio Cavalcante Martins foi filmado no protesto em frente ao quartel do Exército, em Maceió. Ele aparece sem máscara e em aglomeração, ao lado de outros participantes.

Ele morreu em um hospital de Maceió com sintomas da Covid-19 depois de ser internado por apresentar falta de ar e febre.

A manifestação ocorreu na data que é celebrada o Dia do Exército. No estado do Alagoas tem 234 mortes e 4319 casos confirmados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.