Professor oferece suposto curso intensivo para deixar de ser gay e viraliza nas redes

Material publicado na internet no início desta semana tem gerado polêmica 

Divulgação/Facebook

Divulgação/Facebook

O anúncio de um suposto curso intensivo com o tema “Homossexualismo – Prevenção, Tratamento e Cura” tem chamado a atenção dos internautas, nos últimos dias.

O banner foi publicado no Facebook de Claudemiro Ferreira, que se identifica como professor e responsável pela ministração do curso. Ainda segundo a publicação, o homem é mestre em Saúde Pública pela Fiocruz e especialista em Políticas Públicas pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Conforme o material, o curso segue orientações para família e educadores “à luz da Ciência e da Bíblia”, com “conteúdos chancelados pelos Ministérios Públicos Federal e do Distrito Federal”.

A publicação da última terça-feira já foi compartilhada por mais de 400 usuários e acumula mais de 11 mil comentários, a maioria de indignação ou de revolta.

O Jornal Opção entrou em contato com Claudemiro pelo Facebook e também por celular, mas não obteve sucesso, ao menos não até a publicação desta matéria.

2 respostas para “Professor oferece suposto curso intensivo para deixar de ser gay e viraliza nas redes”

  1. Me assusta o fato dessa aberração ter conteúdos chancelados pelos Ministérios Públicos Federal e do Distrito Federal.Só pode ser mentira um negócio desse!
    Obs:Achei engraçado o uso da palavra “prevenção”.Usaram como se o homosexualismo fosse uma epécie de doença contagiosa,um zika vírus da vida.

  2. Epaminondas disse:

    Se eu fosse gay, participaria deste curso. Não que estivesse atrás da cura, mas frequentar um lugar com um monte de gente disponível pra ser cantada.

    “A luz da ciência e da bíblia”. Pois como se sabe, a Bílblia é cientificamente acuradíssima: Cobras que falam, gente que é engolido por baleias e o número Pi igual a 3.

    Mal posso esperar quando lançarem o curso “Cura do Cristianismo”. Porque afinal, se tem batismo, catequese, crisma e todo o resto, fica mais que provado que ninguém também nasce cristão. Precisamos de um curso para prevenção, tratamento e cura do cristianismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.