Produtor de super maconha é preso em Aparecida

Homem é apontado como responsável pelo cultivo da “nova maconha”, conhecida, segundo a PC-GO, como Skank, Skunk ou Supermaconha

Marcos Alexandre de Almeida Gouveia, apontado como responsável pelo cultivo da “nova maconha” Foto: Reprodução

Por meio do 5° Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, a Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) realizou a prisão preventiva de Marcos Alexandre de Almeida Gouveia, apontado como responsável pelo cultivo da “nova maconha”, conhecida, segundo a PC-GO, como Skank, Skunk ou Supermaconha.

Os policiais afirmam que Gouveia possui histórico policial por dois tráficos de drogas, associação ao tráfico e porte de arma de uso restrito. Segundo a inteligência, ele mantinha um complexo laboratório no Residencial Santa Fé e possuí conhecimento em agricultura e plantio, insumos agrícolas e defensivos.

De acordo com informações da PC-GO, Gouveia realizava grande cultivo de espécies do gênero cannabis, modificadas geneticamente, potencializando em até 100% o princípio ativo da maconha (THC). A operação foi coordenada pelo Delegado Carlos Levergger.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.