À Procuradoria, Joesley diz Temer e Marcela viajaram em seu jato particular

Dono da JBS entregou diário de bordo com detalhes da viagem, feita em 2011. Palácio do Planalto afirmou que trajeto foi percorrido em aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB)

Após divulgação de áudios, Temer disse que mantinha apenas relações institucionais com Joesley, mas empresário alega que os dois eram próximos desde 2010 | Fotos: Reprodução

Apesar de o presidente Michel Temer (PMDB) ter dito, após a divulgação de gravações de conversa dele com o dono da JBS, Joesley Batista, que mantinha com ele apenas relações institucionais, o empresário entregou novos dados à Procuradoria-Geral da República que contestam a afirmação. Segundo ele, Temer e sua mulher, Marcela Temer, já viajaram em seu jato particular.

Joesley entregou um diário de bordo com informações sobre as viagens, feitas em 2011, enquanto Temer ainda era vice da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Além das viagens, o peemedebista também foi um dos presentes no casamento de Joesley com a jornalista Ticiana Villas Boas.

A estratégia de Joesley é desmentir as afirmações de Temer de que os dois não tinham uma relação próxima, como ele disse em delação premiada. Os registros da viagem, com destino à Bahia, serão incluídos na delação da JBS.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência negou ter registros de viagens particulares de Temer com Joesley e, em nota, o Palácio do Planalto disse que o presidente usou aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para a viagem, contestando também a data dela, dizendo que foi em abril e não em janeiro.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.