Procuradoria-Geral da República pede soltura do ex-secretário de Saúde do RJ, Edmar Santos

Autoridade solicita que inquéritos e ações penais relacionados à operação do MPRJ sejam deslocados para o STJ e que seja declarada incompetência da Justiça Estadual para condução do caso

Ex-secretário estadual de Saúde do Rio, Edmar Santos, foi preso em ação do MPRJ. Foto: Reprodução.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) entrou com pedido junto ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, para que o ex-secretário estadual de Saúde do Rio, Edmar Santos, seja solto.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) prendeu Santos na Operação Mercadores do Caos, além de ter apreendido R$ 8,5 milhões em dinheiro vivo em endereço supostamente ligado ao ex-chefe da Saúde do governo Wilson Witzel.

De acordo com a PGR, fatos já estão sendo investigados no inquérito 1338, que mira desvios de recursos em compras e contratações para atender a emergência da Covid-19 no estado.

Autoridade pede que os inquéritos e ações penais relacionados à operação do MPRJ sejam deslocados para o STJ e que seja declarada a incompetência da Justiça Estadual para conduzir o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.