Procuradora do MPGO toma posse como conselheira do CNJ

Ivana Farina quer contribuir com a construção de um sistema de justiça mais ágil, transparente, resolutivo e que “responda às demandas com a promoção da paz”

Procuradora Ivana Farina / Foto: Reprodução/MPGO

A procuradora de Justiça do Ministério Público de Goiás (MPGO), Ivana Farina Navarrete Pena, será empossada como conselheira do Conselho Nacional de Justiça. A cerimônia para concretização de ocupação do cargo será realizada nesta terça-feira, 22, às 14h, em Brasília. Segundo informações do MPGO, Ivana integrará o órgão na vaga destinada à representante dos Ministérios Públicos estaduais.

Ivana Farina foi indicada à vaga no CNJ em 29 de março pela então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, tendo sido escolhida a partir de uma lista tríplice formada pelo Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG). Antes da formação da lista tríplice pelo CNPG, o nome de Ivana passou pelo crivo de eleição no início de março no MPGO.

Após a indicação da PGR, a procuradora de Goiás teve seu nome submetido à aprovação do Senado Federal, com 54 votos favoráveis. A votação foi realizada após sabatinas na Comissão de Constituição e Justiça e em plenário.

Em entrevista ao MPGO, Farina disse que esta é, por si só, uma missão que traz uma carga enorme de responsabilidade, mas não só: “Para mim, ela traz também uma grande honra, conferida quando recebi a confiança de meus colegas do MPGO, do CNPG, da PGR e do Senado”.

Segundo ela, a expectativa é que possa desempenhar esta missão de representação institucional levando para o colegiado o que é a atuação dos MPs nos Estados. “Pretendo exercê-la de forma a contribuir para construir um sistema de justiça mais ágil, mais transparente, mais resolutivo e que de fato responda às demandas com a promoção da paz”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.