Procurador-Geral de Goiás deixa o cargo para disputar vaga de desembargador

Alexandre Tocantins deixa o cargo no dia 31 de janeiro. Substituto vai ser anunciado na próxima semana

Foto: Reprodução/Site PGE

O Procurador-Geral do Estado, Alexandre Tocantins, solicitou exoneração e deixa o cargo no dia 31 de janeiro. O motivo da solicitação é para disputar a vaga, referente ao quinto constitucional, do desembargador Geraldo Gonçalves que se aposentou no ano passado.

Conforme regras do edital do processo seletivo, uma lista sêxtupla, formada na OAB-GO, vai ser enviada ao Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), responsável por selecionar três nomes que serão encaminhados ao governador. É dele a decisão de escolher e nomear o novo desembargador.

Alexandre Tocantins foi nomeado Procurador-Geral do Estado em 2012. O substituto vai ser anunciado na próxima semana.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.