Procura por leitos de Covid-19 cai em Goiás, mas ocupação ainda está acima de 90%

Dados do CRE apontam que 78 pessoas infectadas pelo coronavírus aguardam por leitos em todo Estado

Leitos em Anápolis | Foto: Divulgação

De acordo com dados do Complexo Regulador Estadual (CRE), da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), 36 adultos aguardam na fila por leitos de UTI e uma criança por leito em UTI Pediátrica. Ainda, 40 pessoas esperam disponibilidade de vagas em enfermaria e uma em enfermaria pediátrica. Ao todo, 78 pessoas aguardam leitos em Goiás.

Os números apontam uma queda acentuada em relação há um mês atrás, quando o relatório do dia 18 de março apontava 652 pessoas nas filas à espera de vagas. À época, 375 necessitavam de UTI adulta, 270 de leito em enfermaria e sete crianças aguardavam por enfermaria pediátrica.

Na capital, três pessoas aguardam na fila. Uma para UTI adulta, outra para enfermaria e uma criança está à espera de vaga de enfermaria. Atualmente, conforme o Mapa de Leitos da SES-GO, a taxa de ocupação dos leitos destinados à Covid-19 na rede estadual é de 91,4% para UTI e 69,46% para enfermaria.

Apesar da redução brusca, pessoas em estado crítico da Covid-19 ainda têm dificuldades de serem amparados pela rede de saúde pública e privada. Em 2021, a ocupação de leitos de UTI permaneceu acima de 90% desde o mês de fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.