Problema da violência é “gravíssimo”, diz Marconi Perillo

O governador ressaltou que neste ano foram incorporados à área da Segurança em Goiás 3.800 novos policiais, agentes e escrivães

marconi 620 fernando

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O governador Marconi Perillo (PSDB) disse que sua gestão jamais fingiu “como outros fizeram ou ainda fazem” que o problema da violência não é grave. “É gravíssimo”, atestou.

A declaração foi feita durante aula magna proferida na manhã desta sexta-feira (16/5), na Academia de Polícia Militar, aos 500 novos policiais do curso de formação do Serviço de Interesse Militar Voluntário Estadual (Simve). O governador ressaltou que neste ano foram incorporados à área da Segurança em Goiás 3.800 novos policiais, agentes e escrivães.

“Estamos trabalhando muito, com muita determinação e boa vontade, para melhorar a Segurança Pública em Goiás. Posso afirmar de cabeça erguida: desde o primeiro dia desta administração, nós estamos fazendo a nossa parte no enfrentamento e na prevenção da criminalidade no Estado”, afirmou o tucano.

Ele insistiu que o governo federal deveria investir mais na Segurança Pública e defendeu a instituição de uma verba carimbada no Orçamento da União. “Mostrei isso nesta semana em seminário no Tribunal de Contas da União. Enquanto os Estados investem, juntos, R$ 41 bilhões por ano em Segurança, a União aplica tão somente R$ 7 bilhões por ano no setor, dos quais R$ 6 bilhões ficam com as Polícias Federal e Rodoviária Federal.”

Sobre o Simve, Marconi destacou que outros governadores e secretários de Segurança o procuraram querendo implantar um sistema semelhante, mas ele frisou que a ideia não foi sua. “O Simve é pioneiro no Brasil”, disse. “O comandante do Exército conversou com o secretário Joaquim e chegamos à conclusão que era importante agregar essa massa de inteligência, capacitada, às nossas forças.”

Deixe um comentário