Principais destinos brasileiros devem movimentar R$5,6 bi neste Réveillon

Rio de Janeiro deve receber quase 3 milhões de pessoas em Copacabana, onde ocorre a mais tradicional queima de fogos do Brasil

Chegada de 2019 em Copacabana | Foto: Fernando Maia/Riotur

De acordo com dados da Agência de Notícias do Turismo,  ao menos os quatro principais destinos brasileiros: Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Fortaleza, devem registrar uma movimentação econômica de R$ 5,6 bilhões. A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) divulgou na sexta-feira, 27, um levantamento que comprova números positivos em hospedagens nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste no período de Réveillon.

As taxas de ocupação nesses destinos são de cerca de 90%. No Rio de Janeiro, onde são esperados 2,8 milhões de pessoas no Réveillon de Copacabana, se espera que 100% dos hoteis estejam ocupados. Para o Ministério do Turismo, “o impacto financeiro esperado é de cerca de R$ 3 bilhões.”

Em Fortaleza, são esperadas 650 mil pessoas para a virada de ano, com uma movimentação de R$1,6 bilhões. A taxa de ocupação hoteleira deve alcançar 96%. Em São Paulo, são aguardadas ao menos 1 milhão de pessoas para ver os estouros de fogos na Avenida Paulista. Escolas de samba e atrações como Chiclete com Banana irão regar a virada paulistana. O turismo espera ver ao menos R$600 milhões movimentados neste fim de ano.

Já em Salvador, se aguarda um impacto de R$407,2 milhões. Dentre os turistas mais esperados, estão os paulistas e cariocas, além de estrangeiros. Ao menos 500 mil turistas devem passar pelo Pelourinho na troca virada da década.

Confira as programações divulgadas pelo Ministério do Turismo em alguns dos principais destinos:

RIO DE JANEIRO (RJ) – Pode parecer até clichê, mas a capital fluminense possui uma das maiores festas de final de ano do país. Além dos famosos fogos, os turistas que tiverem virando o ano na cidade poderão assistir shows de artistas renomados, totalmente gratuitos. Para este ano, são esperados mais de 2,8 milhões de pessoas em Copacabana, palco da maior queima de fogos de artifício do país. Deste total, a Riotur estima que entre 1,7 e 1,9 milhão sejam turistas. A ocupação média durante o período está em 90%, podendo chegar a 100% nos bairros mais procurados. O impacto financeiro esperado é de cerca de R$ 3 bilhões.

SALVADOR (BA) – A capital do Axé também não ficará para trás e, desde o último sábado (28.12), oferece shows de diversos ritmos para todos os gostos. Para este período, a prefeitura espera uma movimentação de R$ 407,2 milhões na economia da cidade. Serão quase 500 mil turistas. A ABIH espera 100% de ocupação nos hotéis durante o réveillon. A maioria dos hóspedes brasileiros esperados são provenientes dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Entre os estrangeiros, franceses e norte-americanos são destaques.

SÃO PAULO (SP) – Na maior cidade do país, o palco da festa será a tradicional Avenida Paulista, onde são esperadas cerca de dois milhões de pessoas. Na programação, marcada para começar às 18h, shows das duplas Anavitória, Marcos e Belutti e o cantor Lulu Santos, que fará a contagem regressiva na passagem de ano. Fazem parte da festa, ainda, o grupo Chiclete com Banana e a escola de samba Rosas de Ouro. O impacto financeiro esperado é da ordem de R$ 600 milhões.

FORTALEZA (CE) – A capital cearense espera 650 mil turistas para brindar a chegada de 2020. Entre as atrações que se apresentarão no Aterro da Praia de Iracema nomes como Jorge Ben Jor, Calcinha Preta, Matheus e Kauan, Alok, Fagner, Nando Reis e a dupla Simone e Simaria. Segundo a secretaria de turismo de Fortaleza, a taxa de ocupação hoteleira é de 96% com a previsão de movimentação econômica de R$ 1,6 bilhão.

RECIFE (PE) – A ABIH-PE registra uma ocupação superior a 96% na rede hoteleira de Recife durante o período de Réveillon. Segundo a Prefeitura Municipal da capital pernambucana, mais de um milhão de pessoas devem acompanhar a programação da virada em dois polos na orla de Boa Viagem. O local, principal cenário da festa na cidade, terá um show pirotécnico de 15 minutos, com 21 toneladas de fogos de artifício de baixo impacto sonoro. Além de Boa Viagem, que vai ser palco de um show da cantora Gaby Amarantos, as celebrações ocorrerão nos bairros do Ibura, Várzea e Lagoa do Araçá, com uma agenda que reúne cerca de 40 atrações.

BELÉM (PA) – Na virada de ano, a Estação das Docas é um dos principais pontos para quem quer curtir a queima de fogos. O local terá dois palcos com grandes atrações musicais e 15 minutos de show pirotécnico na baía do Guajará. A entrada na festa é gratuita nas áreas comuns da Estação das Docas. Outra atração na noite de Ano Novo em Belém são os shows ao ar livre no Portal da Amazônia. Os turistas ainda podem conferir o espetáculo Fogos na Torre, realizado há quase 30 anos no estado. A expectativa da ABIH-PA é de crescimento de 18% para o réveillon e de 4% para janeiro, comparados com o ano passado.

PORTO ALEGRE (RS) – O Réveillon 2020 – “POA Pra Frente, Feliz Ano Novo Pra Gente” marcará a virada do ano na capital gaúcha. A festa, que será realizada na orla Moacyr Scliar, espera receber mais de 140 mil pessoas. Entre as atrações estão um espetáculo pirotécnico de cerca de 10 minutos e shows musicais com os vencedores do 14º Festival de Música de POA. Em todo o estado, o cenário é de otimismo quando se fala em ocupação hoteleira. O réveillon nos três principais balneários do estado terá taxas de ocupação de até 100%, assim como na famosa cidade de Gramado. Em janeiro, a expectativa é que as reservas para hospedagem nessas localidades atinjam 85% da capacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.