Principais companhias aéreas do País flexibilizam regras para cancelamento e reagendamento de voos

Devido ao número crescente de infectados pelo coronavírus em todo mundo,  companhias divulgaram regras mais flexíveis que permitirão ao cliente o reembolso dos valores ou reagendamento das viagens, sem multa 

Foto: Reprodução/Internet

Devido à pandemia de coronavírus, as três principais companhias aéreas do país resolveram flexibilizar as regras de cancelamento das passagens aéreas internacionais adquiridas pelos clientes das companhias.

Companhias como Gol e Latam já permitem o cancelamento das passagens, sem ônus, para qualquer destino internacional em períodos específicos. As regras para cancelamento do bilhete estão contidas no site de cada uma das companhias aéreas.

Por sua vez, a Azul tem permitido mudanças ou cancelamentos em voos para Estados Unidos e Europa.

O pedido de cancelamento poderá ser solicitado via internet sem custos. Caso o cliente opte por essa opção ele terá acesso a um crédito na companhia para compras futuras. Os valores são pessoais e intransferíveis.

Já no caso da Gol, por exemplo, o valor estará disponível integralmente por um ano que será contado a partir da data da compra do cliente. No entanto, se ele optar por solicitar o reembolso dos valores após cancelamento da viagem não serão cobradas taxas de cancelamento, contudo, a companhia informada que a taxa de reembolso poderá ser mantida e que isso dependerá das regras do bilhete adquirido.

Por fim, a Latam permitirá que seus clientes, com voos marcados entre os dias 6 e 22 de março, alterem a data para até 31 de dezembro de 2020. As viagens deverão ser agendadas, sem multa, até 14 dias antes da partida do original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.