Primeiro programa social de Temer será inspirado no Cheque Mais Moradia de Goiás

Ministro das Cidades recebeu, no último mês, uma equipe da Agehab e da Secretaria da Fazenda de Goiás para uma apresentação técnica sobre o funcionamento do programa

Baseado na experiência do Cheque Mais Moradia, modalidade Reforma, uma das principais marcas das administrações de Marconi Perillo (PSDB) à frente do governo de Goiás, o presidente interino Michel Temer (PMDB) autorizou a elaboração do primeiro programa social de sua gestão, que será destinado a reformar e ampliar moradias.

A informação é do jornal Agora, do Grupo Folha de S. Paulo, em sua edição desta terça-feira (14/6). O sinal verde foi dado ao ministro Bruno Araújo (Cidades) na segunda-feira (13), conforme publicado na coluna Grana. Temer teria ainda orientado sua equipe a tirar do papel a construção de 15 mil casas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na semana passada, em visita a Goiânia e Palmeiras de Goiás, o ministro havia garantido que levaria seu exemplo ao presidente interino. Ele disse isso durante almoço no Palácio das Esmeraldas e repetiu na inauguração de um conjunto habitacional em Palmeiras e no encerramento do Fórum da Habitação em Goiânia.

No final do mês passado, depois de audiência em Brasília com o governador Marconi Perillo, o ministro Bruno Araújo recebeu equipe da Agehab e da Secretaria da Fazenda de Goiás para uma apresentação técnica sobre o funcionamento do Cheque Mais Moradia.

“Inspirado no seu governo, vamos apresentar um modelo do Cheque Mais Moradia, modalidade Reforma, que possa ser o novo componente social para o Brasil”, disse. Ele foi o segundo ministro do governo Temer a visitar Goiás. “Vamos mobilizar nossa equipe para elaborar um projeto com a cara do Cheque Mais Moradia”, garantiu.

Programa Goiano – O Cheque Mais Moradia – Reforma – é uma das três modalidades do Programa Cheque Mais Moradia. Ele é destinado à reforma de moradias já existentes e também à ampliação, seja de um banheiro, um cômodo ou até mesmo a construção de muros. Já foram atendidas no Estado 141.925 famílias em 240 municípios. O valor para reforma é de R$ 3 mil. Os convênios são firmados pelo Estado com prefeituras e entidades sociais, que são responsáveis pelo cadastramento das famílias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.