Primeira paciente da Maternidade Oeste apresenta quadro estável

Unidade foi transformada em hospital de campanha para receber pacientes com Covid-19

A primeira paciente do Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara, também conhecida como Maternidade Oeste, uma senhora de 77 anos, apresenta quadro estável, semi-crítico. Ela é natural de Conceição do Araguaia (Pará), mas reside em Goiânia há muitos anos.

A idosa tem doença pulmonar obstrutiva crônica, cardiopata, começou a apresentar tosse seca, foi então encaminhada da UPA Itaipu e, em seguida, ao Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara.

A unidade, prepara para receber pacientes com o novo coronavírus, já fez o exame e aguarda resultado para Covid-19.

O hospital disponibiliza 30 leitos de UT, equipados com o serviço de Telemedicina que permite o monitoramento do paciente até mesmo fora do quarto e troca de informações com autoridades e especialistas de todo país.

Mais de 300 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e profissionais de áreas de apoio atuarão na unidade de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.