Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro empossa primeira desembargadora negra do Estado

A juíza Ivone Caetano é a primeira mulher negra a ocupar o cargo de desembargadora da Justiça do Rio de Janeiro

TJ RJ

Esposo, filhos e neto de Ivone participaram da solenidade / Foto: Luiz Henrique Vicent

Em uma solenidade realizada no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro a juíza Ivone Caetano, de 69 anos, tornou-se a primeira mulher negra desembargadora no Estado na última segunda-feira (26/5). Titular da Vara da Infância da Juventude e do Idoso por 10 anos, ela foi promovida ao cargo mesmo próxima de se aposentar, em setembro, quando completará 70 anos. Ivone se elegeu para o cargo após sete disputas nos últimos dois anos.

A desembargadora é casada e possui dois filhos e um neto. Ingressou no Judiciário fluminense em 1993,  como servidora, no cargo de comissária de Justiça.  No ano seguinte, passou no concurso para a magistratura e se destacou pela luta dos direitos das crianças e adolescentes. Em dezembro de 2004, foi a primeira mulher a ocupar o cargo de titular da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da Capital.

A nova desembargadora tem um histórico de luta para conseguir alcançar seus objetivos, tendo iniciado o curso de direito aos 25 anos. Foi criada com mais onze irmãos pela mãe solteira que lavava roupas para sustentar a família. “Chegar ao ápice da carreira é maravilhoso para qualquer profissional.  Da forma como eu cheguei foi muito difícil e muito duro mas, em qualquer situação, com autoestima, você consegue. Eu acho que eu sou um exemplo para aqueles que estão chegando, para eles verificarem que também podem”, afirmou Ivone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.