Primeira consulta de restituição do Imposto de Renda será liberada na manhã desta segunda

Ao todo, serão R$ 5 bilhões destinados a 3,4 milhões de pessoas; o primeiro lote será depositado nas contas bancárias informadas no dia 31 de maio; demais lotes serão pagos no último dia útil de cada mês até setembro

Primeira consulta de restituição do Imposto de Renda será liberada na manhã desta segunda. | Foto: Reprodução

Será liberada, na manhã desta segunda-feira, 24, às 10 horas, a consulta ao primeiro dos cinco lotes de restituição de 2021, pela Receita Federal. Quem entregou a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física logo no início do prazo poderá saber, portanto, se receberá dinheiro do Fisco ainda no mês de maio, no dia 31.

De acordo com a Receita, este consiste no maior lote de restituições da história, seja em valor desembolsado ou em número de contribuintes. Isso, porque, ao todo, serão R$ 5 bilhões destinados a 3,4 milhões de pessoas. Desse montante, R$ 5.548.337.897,41 será pago a contribuintes com prioridade legal. Entre eles, estão os mais de 96 mil idosos acima de 80 anos, 1,9 milhão entre 60 e 79 anos e 127 mil tributários que portem alguma deficiência física ou mental. Também estarão inclusos os mais de 891 mil contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério e os mais de 263 mil colaboradores não prioritários que fizeram a declaração até 28 de fevereiro de 2021.

Como verificar se recebo a restituição em maio?

Para consultar, basta acessar o site da Receita e clicar em “Meu Imposto de Renda” e logo depois em “Consultar Restituição”. Também é possível verificar o saldo por meio do aplicativo, que está disponível para os sistemas Android e iOS. A vantagem de consultar pelo site, segundo a Receita, é a possibilidade de verificar eventuais pendências que possam impedir o pagamento da restituição, como a inclusão na malha fina.

Calendário de pagamento

Mesmo com o adiamento do primeiro pagamento em razão da segunda onda da pandemia da Covid-19, o calendário original de restituições foi mantido. Assim, os primeiros cinco lotes serão pagos no último dia útil de cada mês, entre maio e setembro.

O dinheiro restituído será depositado na conta bancária informada na Declaração do Imposto de Renda. Caso, por algum motivo, não seja possível resgatar o valor na conta informada – como no caso de desativações – a restituição ficará disponível para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.