PRF registra mais de 3 mil autuações em rodovias de Goiás durante Carnaval

Polícia divulgou balanço parcial da operação do feriado; até domingo (26), o número de acidentes foi de 37

Ultrapassagem em local proibido flagrada pela PRF durante o feriado | Foto: Reprodução

A Polícia Rodoviária Federal em Goiás (PRF-GO) divulgou, nesta segunda-feira (27/2), o balanço parcial da Operação Carnaval. Os dados se referem aos três primeiros dias do feriado prolongado — sexta, sábado e domingo (24, 25 e 26).

Segundo a corporação, só até domingo (26), já ocorreram 37 acidentes nas rodovias goianas. No total, 35 pessoas ficaram feridas e outras cinco morreram. A PRF-GO também destacou o número de autuações feitas: 3.140. Destas, 58 foram por alcoolemia do condutor, 188 pelo não uso de cinto de segurança, 15 por transporte de criança fora da cadeirinha e 395 por ultrapassagem proibida.

Os radares flagraram 3.366 irregularidades. A polícia fiscalizou 5.435 pessoas, em 5.183 veículos. Ao todo, 164 automóveis foram apreendidos.

Um dos casos de acidente ocorreu no último sábado (25) e deixou cinco pessoas gravemente feridas. Dois veículos de passeio e uma cegonha se envolveram numa batida na BR-050, em Catalão.

De acordo com o depoimento do cegonheiro, um VW Parati seguia sentido Araguari (MG) – Catalão (GO), quando invadiu a pista contrária. Para evitar uma batida de frente, ele  levou o autocarga para o acostamento. Mesmo assim, o VW bateu na roda traseira da carreta e em seguida colidiu frontalmente com o GM Onix.

Com o impacto, dois ocupantes da Parati — o condutor e uma passageira — e três mulheres  passageiras do Onix, ficaram gravemente feridos, foram socorridos e encaminhados à Santa Casa de Misericórdia em Catalão, o motorista do Onix saiu ileso.

A polícia encontrou, no interior da Parati, várias latas de cerveja espalhadas e uma caixa de isopor danificada. Não foi possível fazer teste de etilômetro no motorista do veículo, por conta de seu estado físico. (Informações da PRF)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.