PRF prende 15 pessoas, apreende drogas, armas e produtos de contrabando em Goiás

Entorpecentes na posse de um homem foram avaliadas em R$ 3,5 milhões 

Ao todo, 15 pessoas foram presas quando trafegavam pelas rodovias federais que cortam Goiás, neste fim de semana. Elas foram flagradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com drogas, armas e equipamentos contrabandeados do Paraguai. Os crimes foram registrados em Jataí e Rio Verde, municípios do Sudoeste goiano, e também em Porangatu, no Norte do estado. 

Nesse domingo, 20, um homem foi abordado, na BR-060, em Jataí, com 20 quilos de pasta base de cocaína, avaliada em R$ 3,5 milhões. Segundo os agentes, os entorpecentes estavam escondidos em uma mala no banco traseiro de um carro de passeio. À polícia, ele contou que recebeu a encomenda em Pontes e Lacerda, no Mato Grosso, próximo à fronteira com a Bolívia, para levar para Goiânia. Ao completar a viagem, receberia certa quantia em dinheiro, que não revelou quanto. O suspeito foi encaminhado para a delegacia da cidade. 

Já no município vizinho, no mesmo dia, a polícia apreendeu equipamentos eletrônicos contrabandeados do Paraguai, sem notas fiscais. Ao ver uma viatura, um trio em um veículo tentou fugir da fiscalização pelo anel viário que corta Rio Verde, mas foram alcançados em um trecho da BR-060. No carro estavam um casal e outro homem, que informaram aos policiais terem adquirido os eletrônicos no país vizinho, sem recolherem os impostos. Nessa atuação, foram recolhidos ao pátio da PRF, à disposição da Receita Federal, caixas de som, box TV e aparelhos de informática.

Na última sexta-feira, 18, uma força tarefa da PRF, PMGO e PMTO na BR-153, resultou na prisão de três suspeitos, em Porangatu. Com eles, foram apreendidas três armas de fogo de uso permitido, porém sem documentação. Dois dos suspeitos foram abordados em um veículo e outro estava em um ônibus, com a arma dentro de uma mochila. Ele contou que a adquiriu no Distrito Federal e estava retornando para o Maranhão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.