PRF intercepta 54 toneladas de feijão sem nota fiscal

Além de irregular, a carga estava muito acima do peso que o caminhão suporta e proprietário responderá por crime tributário

A Polícia Rodoviária Federal flagrou uma carreta transportando 54 toneladas de feijão sem nota fiscal na manhã desta sexta-feira (8/9), na BR 452, em Rio Verde, sudoeste do estado.

Além do crime tributário, o dono da carga responderá por dano ao patrimônio público por transportar quase 15 toneladas a mais do que a capacidade máxima do caminhão.

Equipes que reforçam a fiscalização na rodovia por ocasião do feriado prolongado abordaram o caminhão e, ao solicitarem nota fiscal da carga, o motorista afirmou que não possuía. Suspeitando ainda do excesso de peso, os policiais encaminharam o veículo até uma balança, que atestou que estavam sendo carregados 14.950kg além da capacidade permitida.

O proprietário da carga será notificado e deverá responder ao Ministério Público pelo dano ao pavimento asfáltico causado pelo excesso de peso e à receita estadual pelo crime tributário de transportar carga sem nota fiscal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.