Presos suspeitos de causar incêndio no Jardim Botânico

Guarda Civil encontrou no local dois homens que começaram a se acusar. Conforme suspeitos, um comercializa drogas e outro marca encontros sexuais na região

incêndio jardim botânico

Incêndio no Jardim Botânico, na última terça-feira (20) / Foto: divulgação

A Guarda Civil Metropolitana deteve na manhã desta quarta-feira (21/10) dois suspeitos de terem ateado fogo no Jardim Botânico, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, na última terça-feira (20). Ambos foram encaminhados para a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) que irá investigar o caso.

Conforme o diretor da unidade de conservação, Altamiro Fernandes, guardas encontraram um foco de incêndio em outra área do parque pela manhã e um suspeito na proximidade, que logo acusou um outro homem. Os guardas percorreram, então, a área e encontraram o outro homem. Ambos começaram a acusar um ao outro em relação ao incêndio.

No local, segundo Altamiro, um dos homens explicou que comercializa drogas na região e que o outro homem é responsável por encontros sexuais que também marca no parque. “Um acha que o outro atrapalha os negócios que empenha no local. Então eles atearam fogo para incriminar um ao outro”, explicou. Os jovens ainda estavam com isqueiros no momento da abordagem.

De acordo com o diretor, as atividades do parque não foram prejudicadas e ocorrem normalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.