Presidente faz trocas no governo e amigo pessoal de Flávio Bolsonaro assume Ministério da Justiça

Ao todo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alterou a titularidade de seis ministérios

José Levi, ministro-chefe da Advocacia Geral da União, foi demitido do governo Bolsonaro nesta segunda-feira, 29. ara seu lugar, irá André Mendonça, que deixa o Ministério da Justiça e volta à AGU.

O amigo pessoal de Flávio Bolsonaro, Anderson Torres, secretário de Segurança do DF e delegado do Polícia Federal, é o novo ministro da Justiça. Torres já teve o nome cotado para cargos no governo em outras ocasiões.

Anderson Torres será o terceiro ministro da Justiça de Bolsonaro em dois anos e três meses de governo. Antes do delegado, comandaram a pasta André Mendonça e Sergio Moro.

Ao todo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alterou a titularidade de seis ministérios. De acordo com nota divulgada nas redes sociais, as seguintes nomeações serão publicadas no Diário Oficial:

Casa Civil da Presidência da República: General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira;

•Ministério da Justiça e Segurança Púbica: Delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres;

•Ministério da Defesa: General Walter Souza Braga Netto;

•Ministério das Relações Exteriores: Embaixador Carlos Alberto Franco França;

•Secretaria de Governo da Presidência da República: Deputada Federal Flávia Arruda;

•Advocacia-Geral da União: André Luiz de Almeida Mendonça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.