Presidente do PSDB Goiás se manifesta pela primeira vez após Operação Decantação

Em nota, Afrêni Gonçalves nega envolvimento em suposto esquema criminoso da Saneago e diz que sempre foi pautado pela legalidade

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O presidente do PSDB Goiás, Afrêni Gonçalves, se manifestou pela primeira vez após ter o nome envolvido no esquema de corrupção e de desvio de verbas na Saneago, alvo de investigação pela Operação Decantação.

Em nota, a defesa de Afrêni nega as acusações e diz que o dirigente sempre foi pautado pela legalidade, ética e transparência. “Em breve espaço de tempo, as dúvidas e incertezas que motivaram a sua investigação serão absolutamente esclarecidas.”

“Afrêni sempre esteve e estará à disposição da Justiça para quaisquer esclarecimentos”, ressalta o comunicado. (Confira abaixo)

Afrêni, o ex-presidente da Saneago, José Taveira e o diretor de Gestão Corporativa, Robson Salazar, foram soltos no início desta segunda-feira (29). Os três cumpriram os cinco dias relativos à prisão temporária e foram liberados após a juíza federal Rachel Soares Chiarelli indeferir o pedido do Ministério Público Federal (MPF) para transformar a prisão dos suspeitos de temporária em preventiva.

Segundo entendimento da juíza, o pedido do MPF não trouxe novos elementos suficientes para estender a prisão dos suspeitos.

A defesa de Afrêni Gonçalves, formada pelos advogados Luís Rassi e Romero Ferraz Filho, informa que a conduta, comportamento, ações e atitudes pessoal, familiar, social, profissional e política, além de vida pública de 44 anos – sempre pautadas pela legalidade, ética e transparência – trazem a convicção aos seus advogados de que , em breve espaço de tempo, as dúvidas e incertezas que motivaram a sua investigação serão absolutamente esclarecidas. Ressalta que Afrêni sempre esteve e estará à disposição da Justiça para quaisquer esclarecimentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.