Presidente do Haiti é assassinado em sua residência privada

Segundo comunicado oficial, pessoas invadiram a casa do líder na madrugada desta quarta-feira e atacaram o presidente e a primeira-dama, que segue internada

Presidente do Haiti, Jovenel Moïse, é assassinado em sua residência privada | Foto: Reprodução

Presidente do Haiti, Jovenel Moïse foi assassinado em sua própria casa, na madrugada desta quarta-feira, 7, após um grupo de pessoas não identificadas invadirem e atacarem sua residência privada, em Porto Príncipe. O líder foi baleado e morreu na hora. Já a primeira-dama, também ferida, se encontra internada. Informações foram confirmadas pelo primeiro-ministro interino, Claude Joseph.

“Cerca da 01h00 da madrugada da noite de terça (6) para quarta-feira (7), um grupo de indivíduos não identificados, alguns dos quais falavam espanhol, atacaram a residência privada do presidente da República e feriram mortalmente o chefe de Estado. Ferida por uma bala, a primeira-dama está sendo tratada”, foi dito em comunicado oficial do primeiro-ministro.

No comunicado ainda foi informado que a segurança do país se encontra sob o controle da Polícia Nacional Haitiana e das Forças Armadas Haitianas. “Todas as medidas estão sendo tomadas para garantir a continuidade do Estado e para proteger a Nação”, explicou o comunicado.

Jovenel Moïse tinha 53 anos e era o 42º presidente do Haiti. Seu mandato iniciou em 2017, e desde então diversas tentativas de ataque ao líder já haviam sido impedidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.