Andrey Azeredo (PMDB) diz que momento de crise não é propício para início da obra. Pedra fundamental foi lançada no final do ano passado

Andrey Azeredo (PMDB), presidente da Câmara Municipal | Foto; Fernando Leite / Jornal Opção

O projeto de construção da nova sede da Câmara Municipal de Goiânia em terreno próximo ao Paço Municipal, no Park Lozandes, não deve sair do papel tão cedo.

“Algum dia a nova sede será realidade, mas enquanto eu for presidente, não é meu desejo dar início a essa obra”, disse o presidente da Casa, vereador Andrey Azeredo (PMDB). A pedra fundamental para a construção do novo prédio foi lançada em novembro do ano passado pelo então presidente da Câmara, vereador Anselmo Pereira (PSDB).

Segundo Andrey, o principal motivo para o não início da obra é financeiro. “Não temos dinheiro suficiente para começar e terminar essa obra e não sou de deixar aquilo que começo pela metade. No momento de crise que passamos, é preciso ter austeridade e responsabilidade com os gastos”, argumentou.

Além disso, ele fez elogios à atual localização da Câmara Municipal, na Avenida Goiás esquina com a Avenida Independência, em frente à Praça do Trabalhador, no Centro.
“Ao meu ver, não há local hoje em Goiânia de mais fácil acesso do que onde estamos. É uma região de grande movimento, no centro da cidade. O local próximo ao Paço ainda é longe para muitas pessoas”, concluiu.