Presidente da OCB-GO toma posse da GarantiGoiás

Sebrae garante que novo aporte a ser realizado em 2022 é superior a R$ 1 milhão

Nova diretoria da Associação de Garantia de Crédito de Goiás (GarantiGoiás), encabeçada pelo também presidente do Sistema OCB/GO, Luis Alberto Pereira, tomou posse nesta quinta-feira, 23, na sede da Associação Comercial e Industrial do Estado de Goiás (Acieg). A GarantiGoiás foi criada em 2016 para facilitar o acesso ao crédito financeiro para investimento ou capital de giro e já conseguiu beneficiar 429 empresários goianos com R$ 21,5 milhões em operações financeiras.

De acordo com o próprio GarantiGoiás, o modelo utilizado na associação é semelhante ao Fundo de Aval das Micro e Pequenas Empresas (Fampe), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A associação funciona oficialmente desde 2019, em parceria com 12 entidades mantenedoras também goianas. Segundo o diretor-superintendente do Sebrae em Goiás, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, para 2022, o novo aporte a ser realizado em 2022 é superior a R$ 1 milhão. O aporte realizado pelo Sebrae Nacional nas operações realizadas até o momento foi de R$ 1,5 milhão no fundo goiano e outros R$ 1,5 milhão via cooperativas goianas de crédito.

Entre elas, estão a Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), o Sistema Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), a  Federação das Associações Comerciais Industriais e Agropecuárias do Estado de Goiás (Facieg), a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL-GO), o Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), a Federação das Associações de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (Faje), a Acieg, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia), Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia), Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (ADIAL), Sindicato do Comércio Varejista no Estado de Goiás (Sindilojas-GO) e OCB Goiás.

Para o novo presidente da associação, as entidades mantenedoras são cruciais para o desempenho da associação. “Como todos sabem, 70% dos empregos gerados são nas micro e pequenas empresas, que mais enfrentam dificuldades de acesso ao crédito. Para mudarmos o cenário adverso, precisamos trabalhar em conjunto. O desafio maior na GarantiGoiás será gerarmos maior volume de operações”, frisou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.