Presidente da Câmara pretende colocar Código Ambiental em votação ainda em 2016

Antes do fim da Legislatura, também devem ser incluídos na pauta o início das discussões sobre reforma do Código Tributário e revisão do Plano Diretor

| Foto: Câmara Municipal / Marcelo do Vale

| Foto: Câmara Municipal / Marcelo do Vale

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia Anselmo Pereira (PSDB) pretende colocar em pauta ainda este ano, uma série de projetos de extrema importância para Goiânia. Entre as matérias elencadas pelo tucano estão a votação do Código Ambiental, já aprovado em primeira votação em plenário em abril.

Em coletiva na manhã desta quinta-feira (27/10), Anselmo Pereira afirmou que a expectativa é de um maior engajamento dos parlamentares após as eleições do próximo domingo (30). “Vamos colocar em pauta uma série de projetos de interesse da comunidade goianiense. Após a eleição do próximo domingo, os vereadores vão centralizar suas atenções nas sessões ordinárias da Câmara, votando os projetos de interesse imediato da cidade.”

Para o presidente do legislativo, é possível fazer a revisão do Código de Posturas e uma mini-reforma do Código Tributário ainda este ano. O tucano citou ainda o início das discussões da revisão do atual Plano Diretor, que completa 10 anos em 2017 e, portanto, deve ser atualizado.

Entre os projetos elencados por ele, também está incluso o Plano Diretor de Arborização, que, segundo o tucano, “será um instrumento a mais para transformar Goiânia numa das cidades mais arborizadas do Pais, com projeção mundial. Essa é uma reivindicação de importante setores que lutam pelo meio ambiente em nossa capital”, enfatizou.

O vereador anunciou ainda que até o final do ano será lançada a pedra fundamental da nova sede do Legislativo goianiense, que ficará próxima ao Paço Municipal. “Essa medida é necessária porque vai possibilitar a Prefeitura reabrir a avenida Leste/Oeste. Vamos entregar essa sede à prefeitura e, numa área de 18 mil metros quadrados, ao lado do Paço, construir a nova sede desta Casa. Vamos buscar os recursos necessários para viabilizar esse empreendimento”, anunciou.

Vale lembrar que em 2017 a Câmara Municipal elegerá um novo presidente, além de dar posse aos 35 vereadores eleitos, dos quais apenas 13 fazem parte da atual legislatura.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.