Presidente da Aciag afirma que secretária denigre goianos e espanta investidores com sua fala

Empresário acredita em bom senso de Caiado para barrar possível redução de incentivos, anunciada por Cristiane Schmidt como medida para aumentar arrecadação

Presidente da Aciag, José Celestino | Foto: Divulgação

Francisco Costa

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), José Celestino, afirmou que a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, “denigre os goianos e espanta os investidores” com sua fala. “Quem irá querer vir para um Goiás que, segundo a secretária, está falido? E o pior, investir em um local em que não se cumpre acordos assinados?”.

Para ele, tentar reduzir ainda mais os incentivos fiscais, que foram responsáveis pela chegada de muitas empresas, geração de renda e fomento de empregos cria uma situação jurídica, que tende a ser desagradável para empresários, Estado e, em especial, para a sociedade goiana “que verá os postos de empregos serem fechados, trazendo prejuízos incalculáveis para a economia”.

“Nós, empresários, já contribuímos com o Governo quando aceitamos arcar com R$ 1 bilhão, durante a redução de incentivos fiscais que passou pela Assembleia Legislativa. Se tentar retirar mais dos empresários tenho a convicção que, aí sim, Goiás passará a ser uma terra arrasada. Acredito que o governador Ronaldo Caiado (DEM) terá bom senso e saberá reconhecer todo o esforço e trabalho da classe empresarial goiana, que é a responsável por Goiás figurar entre as principais economias do País”, fez um apelo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.