Presidente Alberto Fernández tem coronavírus após receber doses da vacina russa

O chefe do Executivo argentino fez teste rápido que confirmou infecção por Covid-19, mesmo depois de ter completado ciclo de imunização com a Sputnik V

Depois de apresentar febre e outros sintomas, o presidente argentino, Alberto Fernández, revelou neste sábado, 3, que um teste rápido confirmou que ele está “positivo” para coronavírus. Em sua conta no Twitter, o governante disse estar “fisicamente bem” e animado.

Um canal local entrou em contato com o chefe do Executivo da Argentina, que respondeu, pela rede social: “Estou bem e agradeço a preocupação. Só tive um pouco de dor de cabeça, não tenho nenhum sintoma alarmante.” Ele aguarda agora o resultado do PCR, considerado o teste padrão ouro para Covid-19.

Alberto Fernández: infecção após receber Sputnik V, mas com estado geral bom| Foto: Reprodução

Fernández completou 62 anos nesta sexta-feira, 2, e aproveitou para cumprimentar todos os que lhe enviaram mensagens de aniversário.

A questão que se torna intrigante é que o presidente já havia tomado as duas doses da vacina Sputnik V – a primeira no dia 21 de janeiro e a segunda três semanas depois. A proteção, então, não teria sido efetiva?

Na verdade, toda vacina, depois de aplicada, tem uma janela até que se complete a imunização total que deve oferecer. No caso da Coronavac, por exemplo – a mais utilizada no Brasil e produzida no Instituto Butantan –, o prazo é de duas semanas após a segunda dose.

Sobre a Sputnik V, já houve outros relatos de infecção por coronavírus após as doses do imunizante russo. Em janeiro, o repórter Sergey Satanovskiy, da Deutsche Welle (DW), afirmou que pegou Covid-19 mesmo após recebê-las – ele havia sido voluntário nos testes da vacina em dezembro e, ao visitar a avó para as comemorações de fim de ano, contraiu a doença, mas sem desenvolver sintomas graves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.