Informações dos jornalistas do “O Globo” e da CBN nacional foram modificadas em maio do ano passado. Alterações foram identificadas a partir de IP do prédio da presidência

Grife em amarelo mostra trecho incluso pelo IP do Palácio do Planalto | Foto: Reprodução/Wikipédia
Grife em amarelo mostra trecho incluso pelo IP do Palácio do Planalto | Foto: Reprodução/Wikipédia

Os perfis na Wikipédia dos jornalistas de economia Míriam Leitão, colunista do “O Globo”, e de Carlos Alberto Sardenberg, âncora da CBN nacional e da Rede Globo, foram alterados a partir da rede de internet do Palácio do Planalto. O objetivo era o de criticá-los na enciclopédia colaborativa virtual. O site permite que qualquer usuário da internet possa inserir ou exlcuir informações.

As fraudes foram praticadas a partir do IP — da sigla em inglês Internet Protocol, identidade digital que permite saber de onde partiram as modificações — da Presidência da República. Com o número do protocolo 200.181.15.10 foi possível identificar que os textos sobre os dois profissionais foram adulterados nos dias 10 e 13 de maio de 2013 . Veja os históricos de alterações das Míriam Leitão e Carlos Alberto Sarderberg.

A primeira mudança (às 16h43min) qualificou as análises dela como “desastrosas”. Após três dias (18h32min), a rede da Presidência da República novamente apareceu. Desta vez, para incluir informações contra ela, fazendo associações ao banqueiro Daniel Dantas.

“Míriam Leitão fez a mais corajosa e apaixonada defesa de Daniel Dantas, ex-banqueiro condenado por corrupção entre outros crimes contra o patrimônio público. A forma como Míriam Leitão se envolveu na defesa de Dantas chamou a atenção de Carlos Alberto Sardenberg, seu companheiro na CBN, para quem a jornalista estava diferente naqueles dias. Para Míriam Leitão, apesar do vídeo que flagrava o suborno a um delegado da Polícia Federal, a prisão de Dantas não se justificava, posto que se tratava de coisas do passado”, relata o trecho.

Às 18h50m, foi feita a última alteração: “No entanto, algumas de suas análises se mostraram desastrosas. Se fiando nas análises de Miriam Leitão sobre o câmbio, Roberto Marinho fez uma enorme dívida em moeda estrangeira. Em 1999, com a expressiva desvalorização do real, as dívidas da Rede Globo quase a colocaram na bancarrota, tendo sido necessário o dinheiro público do BNDES para manter suas atividades”.

Jornalistas tiveram informações alteradas no Wikipedia por meio de IP do Palácio do Planalto | Fotos: Reprodução/Wikipédia
Jornalistas tiveram informações alteradas no Wikipedia por meio de IP do Palácio do Planalto | Fotos: Reprodução/Wikipédia

No caso de Carlos Sardenberg, a primeira alteração ocorreu quatro horas antes das mudanças no perfil de Míriam Leitão, no dia 10, às 12h51min. A parte original dizia que ele era um dos principais críticos das políticas econômicas da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ambos petistas.

Naquele dia, foi complementado que “principalmente em relação aos cortes dos juros promovidos nesses governos. É irmão de Rubens Sardenberg, economista-chefe da Febraban, instituição que tem grande interesse na manutenção de juros altos no Brasil, uma medida geralmente defendida também por Carlos Alberto Sardenberg em suas colunas. Já cometeu erros notáveis em suas previsões, como afirmar que ‘(…)a economia mundial segue em marcha de sólido crescimento. Sólido porque não é nenhuma bolha financeira (…)’ um ano antes de estourar a crise mundial de 2008”.

Passados três dias (às 14h31m), a rede do Palácio do Planalto foi utilizada para críticas explícitas ao jornalista: “A relação familiar denota um conflito de interesse em sua posição como colunista econômico”.

Segundo o “Globo”, o IP foi usado ao longo dos três anos e meio do governo de Dilma Rousseff para fazer cerca 170 alterações na enciclopédia. De acordo com a Presidência da República, o endereço citado é o “geral do servidor da rede sem fio do Palácio do Planalto”. Por isso, qualquer usuário poderia acessar a rede de internet móvel para realizar as alterações.