Prefeitura reduz velocidade e passa a multar na Marginal Botafogo

Com intervenções pontuais em 15 trechos ao longo de 90 dias, motoristas devem trafegar a no máximo 60 km/h

Marginal Botafogo tem novo limite de 60 km/h | Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

A Secretaria Municipal de Transito (SMT) da Prefeitura de Goiânia deve passar a multar os motoristas que não respeitarem o novo limite de velocidade da Marginal Botafogo a partir da semana que vem. O limite de 60 km/h em toda extensão da via e de 30 km/h em trechos com obras já está valendo. Os radares devem começar a funcionar já na próxima quarta-feira (5/2) e a administração dará aos usuários um período de adaptação de cerca de três dias.

Com a deterioração da estrutura, a Marginal Botafogo receberá reparos em 15 pontos ao longo de 90 dias. Atualmente, quatro pontos recebem intervenção. “Optamos por não fechar a marginal por completo porque é uma via expressa de grande importância para Goiânia. Seria traumático interromper o fluxo por completo”, disse o secretário Fernando Santana.

Ele garantiu, porém, que os pontos de fragilidade estão em constante monitoramento e que, com as medidas de interrupção de tráfego de veículos pesados, como ônibus e caminhões, e utilização apenas da faixa da direita, está garantida a segurança de usuários da via e dos trabalhadores das obras.

“É preciso que as pessoas entendam que o tempo de viagem vai aumentar mesmo. Com a redução da velocidade e diminuição no número de pistas disponíveis, isso é inevitável. É preciso paciência e também, com o tempo, as pessoas vão descobrindo outras rotas alternativas para chegar ao seu destino”, ponderou.

Santana informou ainda que as intervenções realizadas no momento, de caráter emergencial, ainda não fazem parte do projeto de reestruturação completa da Marginal Botafogo, que ainda está sendo elaborado. Para realização dessa obra, a prefeitura pretende buscar recursos junto ao governo federal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.