Prefeitura não realiza repasse de consignados aos bancos desde maio, denuncia agente

Na Câmara Municipal, representante afirmou que alguns funcionários já estão com o nome negativado

O agente de crédito Alcir Marques, apresentou na manhã desta quinta-feira (28/9) uma denúncia contra a prefeitura de Goiânia. Segundo ele, desde maio, a gestão Iris, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), não faz repasse aos bancos referente aos empréstimos consignados de servidores da Saúde.

Ele criticou também a forma como a transferência é feita. “A meu ver, é feita de forma errada. O dinheiro chega para a prefeitura e é repassado para cada Secretaria, que faz o pagamento aos bancos”, reclamou na Câmara Municipal.

“Para onde está indo esse dinheiro? Porque todo mês ele é descontado no contracheque do servidor. Se não está indo para os bancos, para onde está indo?”, indagou o agente revoltado.

De acordo com Alcir, não há reclamação por parte dos servidores por medo de retaliação. “Eu não tenho esse medo. Não estou representando também nenhum banco. Sou agente autônomo e estou defendendo aqui o meu direito de trabalhar. O meu patrão é o servidor público, se ele não pode fazer empréstimo eu não tenho como trabalhar”, disse.

De acordo com a denúncia, alguns servidores estão negativados no Serasa. “Tudo poderia ser evitado se a administração pública simplesmente repassasse o dinheiro”, finalizou.

Sobre a denúncia, a vereadora Sabrina Garcêz (PMB) afirmou que “retenção ilegal é crime”. “Além de grave, essa situação é criminosa. Temos a ocorrência de apropriação indébita, enriquecimento ilícito, além de improbidade administrativa. Mais uma vez paga pela falta de gestão do prefeito iris”, afirmou.

De acordo com a parlamentar, o Poder Legislativo irá apurar a situação para garantir que o dinheiro seja repassado ao bancos.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.