Prefeitura inicia recuperação e preservação de leitos da Serra das Areias

“Vamos recuperar nascentes degradadas e criar uma cultura sustentável”, garante o prefeito Gustavo Mendanha

Foto: Divulgação

O Córrego Santo Antônio, que faz parte da Área de Preservação Ambiental Serra das Areias, em Aparecida, foi o primeiro a receber o trabalho prático das “Ações Ambientais Integradas”, promovido pela prefeitura da cidade, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). A ação teve início nesta sexta, 30.

Em realização integrada com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Batalhão Ambiental da Polícia Militar e Organizações Não-Governamentais (ONG’s), a mobilização objetiva recuperar e preservar os leitos da Serra das Areias. Para o prefeito Gustavo Mendanha (MDB), o projeto é grande importância para o município.

“Estamos criando condições para trabalhar ações preventivas e de proteção das áreas ambientais da nossa cidade. Temos a responsabilidade de preservar nossas matas ciliares, cuidar dos espaços públicos e conscientizar a população sobre os cuidados necessários com o meio ambiente”, disse ele complementou: “A Serra das Areias hoje é nosso maior patrimônio ambiental com potencial turístico. Por isso, vamos recuperar nascentes degradadas e criar uma cultura sustentável”.

Ação

A ação terá como início a limpeza de córregos e nascentes e o trabalho de compensação ambiental, conforme elucida Cláudio Everson, secretário de Meio Ambiente. “Vamos reflorestar, limpar e cercar todos os nossos mananciais. É uma ação que além de colaborar com a recuperação das nascentes consiste também no plantio de mudas de árvores nativas como forma de compensação ambiental”, afirmou.

Também serão realizados serviços de limpeza urbana, retirada de lixo e cadastramento dos moradores ribeirinhos, completa o superintendente de Proteção e Defesa Civil, Juliano Cardoso. Ele também acrescenta que serão distribuídos informativos nas escolas da região da Serra das Areias como forma de mobilizar a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.