Prefeitura estende prazo e adere cadastramento presencial para programa Renda Família

Haverá, agora, possibilidade de cadastramento através de unidades provisórias do Atende Fácil em 15 pontos da capital. No entanto, fila para atendimento presencial já supera 11 mil pessoas

Foto: Secom Goiânia

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos) anunciou, na manhã desta quinta-feira, 25, a prorrogação do período de inscrições do programa Renda Família. O prazo inicial se encerraria no dia 31 de março, no entanto, acabou sendo prorrogado até o dia 30 de abril.

Outra novidade é a inclusão de 15 escolas, localizadas em regiões estratégicas da cidade, para atendimento das pessoas com dificuldades para realização do cadastro no site. Esses pontos funcionarão como unidades temporárias do Atende Fácil entre os dias 5 e 30 de abril, das 8h às 18h.

Até o momento, as unidades do Atende Fácil já realizaram mais de 11 mil agendamentos para atendimentos referentes ao programa. Segundo o Executivo, diante da capacidade reduzida em função da pandemia, o prazo de espera entre o dia do agendamento até o atendimento é de aproximadamente 15 dias.

Segundo o prefeito Rogério Cruz, a escolha das escolas que funcionarão como unidades exclusivas de atendimento ao programa foi realizada com base nas regiões que possuem maior quantidade de residências com valor venal equivalente ao exigido pelo programa.

A mudança de estratégia que levou o Executivo a adotar o método presencial para cadastramento no programa ocorreu, segundo do secretário de Finanças, Alessandro Melo, devido a “baixa demanda pelo cartão”.

“Entendemos que a população carente estava com dificuldade para realizar o cadastro. Muitos não possuem dinheiro nem para custeio da internet. A partir do momento que abrimos a possibilidade do atendimento presencial, tivemos rapidamente uma adesão volumosa ao agendamento”, explicou.

Ao todo, já foram cadastradas no programa mais de 7.700 pessoas, sendo cerca de 4.500 contempladas até o momento. Dentre elas, apenas 329 tiveram o pedido de acesso ao benefício negado. Segundo a prefeitura, a maior parte das negativas está relacionada a idade do solicitante que, por lei, precisa ser maior de 18 anos. Outros 2.287 processos seguem em análise.

O Renda Família é o maior programa de distribuição de renda da história de Goiânia e deve beneficiar um total de 24 mil famílias.

Confira as unidades que serão instaladas provisoriamente para atendimento exclusivo do programa:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.