Prefeitura e Sindigoiânia negociam data-base de 12,3% em 2022

Conversas são para que a correção na remuneração dos servidores municipais seja fixada em 12,3%

Por PH Mota

A prefeitura e o Sindicato dos Trabalhadores do Município de Goiânia (Sindigoiânia) já estão negociando o pagamento da data-base do funcionalismo, que vence anualmente no mês de maio. As conversas são para que a correção na remuneração dos servidores municipais seja fixada em 12,3% e para que o pagamento ocorra sem parcelamento. Se o acordo avançar dessa forma, será um fato histórico, segundo o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota).

As negociações ocorrem concomitantemente à sanção, na segunda-feira, 16, de projetos de lei que quitam as datas-bases referentes aos anos de 2020 e 2021. Esse reajuste de 9,32%, percentual referente às duas correções monetárias anuais, impacta na remuneração de mais de 30 mil servidores municipais. Isso porque, os professores e funcionários públicos da Educação têm reajustes diferentes das outras categorias. Para os professores, o aumento é de em 15%, dividido em duas etapas: 10,86% retroativo ao mês de abril e 4,14% a partir de setembro deste ano. Ao todo, mais de 50 mil servidores ativos e inativos fazem parte dos quadros do executivo goianiense.

Portanto, se a negociação se materializar da forma como está proposta neste momento, apenas este ano o funcionalismo municipal terá um acréscimo salarial de 21,62%, no geral, e de 27,3%, considerando os professores. Inclusive, o avanço nas negociações para pagamento da data-base deste ano tem feito Policarpo pisar no acelerador em relação ao plano de cargos e salários da Guarda Civil Metropolitana (CGM), em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia.

O novo texto, previsto para ir ao plenário nesta quinta-feira, 19, garante aos guardas remuneração em parcela única, vedando acréscimos de gratificação, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória. Dessa maneira, lembra Policarpo, se o projeto for aprovado na Casa, os 12,3% da futura data-base, caso se consolidem, devem incidir sobre a nova remuneração total da categoria. “Antes, quando você aplicava era sobre o vencimento base. A partir do momento que você subsidia o salário, a data-base passa a ter valor significativo de aumento na revisão. É um ganho gigantesco para a categoria”, explica.

Segundo o parlamentar, além da CGM, a Câmara trabalha para votar o mais rápido possível o projeto de implantação do regime de subsídio para procuradores do município e para que a aplicação dos possíveis 12,3% da data-base 2022 ocorra sobre a nova lei.

5 respostas para “Prefeitura e Sindigoiânia negociam data-base de 12,3% em 2022”

  1. Senhores Vereadores e á nossa DATA BASE DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DA COMURG está incluído nessa negociação nós senhor presidente Romário Policarpio cuida de nós os?Funcionários públicos municipais da Comurg, Ajuda nós na nossa Luta que é de saímos do Regime de seletista para Estatutário, Desde já agradecemos João Batista Ribeiro de Queiroz um dos líder do movimento Estatutário oficial da Comurg!!

  2. Avatar Francisco Camilo filho disse:

    A inflação galopante, o poder de compra da alimentação básica das famílias diminuiu assustadoramente nós últimos 4 anos. Cara dia, cada mês que passa é um sofrimento de muitos trabalhadores da prefeitura, recorrendo ao empréstimo consignado o qual ajuda momentaneamente, tornando-se um pesadelo financeiro por muitos meses ou anos. Senhores vereadores e Sr. Prefeito a reposição da inflação da data base referente a 2022 e uma providência justa e necessário para os funcionários nesse momento de pós pandemia, onde perderam se vidas dos familiares dos servidores. Dificultando ainda mais suas sobrevivência. É isso senhores vereadores e Sr. Prefeito amenizem o sofrimento de tantos servidores municipais em dificuldades.

  3. Avatar VIVIANE SOARES disse:

    Contrato de credenciamento já intera 3 anos sem aumento de salário isso é um descaso com os auxiliares de enfermagem

  4. E o vale transporte dos contratos, gostaria de saber?para locomoção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.