“Prefeitura descumpre direito dos trabalhadores”, diz Simsed sobre data base

Para representante da categoria, índice de reajuste deve ser 4,94% e não os 4,67% apresentados. Ele chama atenção ainda para retroativos de 2017 e 2018

Antônio Gonçalves – coordenador geral do Simsed | Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

O presidente do Sindicato Municipal da Educação em Goiânia (Simsed), Antônio Gonçalves, disse nesta sexta-feira, 17, que a proposta de revisão da data base dos servidores municipais tem o índice equivocado. O texto prevê reajuste de 4,67%, no entanto, Antônio afirma que acumulado é de 4,94%.

A matéria, que deve ser discutida na próxima terça-feira, revisa remunerações dos servidores do Poder Executivo.

De acordo com Antônio Gonçalves, além do reajuste menor que o previsto, a Prefeitura ignora os valores retroativos que a categoria não recebeu entre os anos de 2017 e 2018. Segundo o líder do Simsed, o Paço teria feito o compromisso de pagar os anos retroativos.

“A prefeitura está descumprindo o direito dos trabalhadores e finge que nada está acontecendo”, afirma Antônio. Ele considera ainda que a luta pelos retroativos deve ser mantida como forma de rever a desvalorização salarial que a categoria vem sofrendo ao longo dos últimos anos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.