Prefeitura de São Paulo decide adotar home office permanente

É estimado que medida atinja, inicialmente, 25 mil dos 67 mil servidores e proporcione uma economia de R$ 1 bilhão em sete anos

Foto: Reprodução.

A prefeitura de São Paulo decidiu adotar o regime de teletrabalho, também conhecido como home office, permanentemente para os servidores e empregados públicos efetivos da administração direta, autarquias e fundações do município.

O decreto que oficializou o novo modelo de trabalho publicado na terça-feira, 15.

A prefeitura estima que a medida atinja, inicialmente, 25 mil dos 67 mil servidores e proporcione uma economia de R$ 1 bilhão, em sete anos, aos cofres públicos. A economia virá da redução dos gastos de escritório e também da diminuição de espaços alugados ou pertencentes à própria administração municipal.

Em nota, a prefeitura justificou que, desde que foi declarada situação de emergência na cidade, em razão da pandemia de Covid-19, foram notados ganhos ambientais com a redução da circulação de veículos de passeio, como queda da poluição, do consumo de energia elétrica, água, esgoto, papel e outros materiais e serviços. O texto também diz que houve significativa redução de despesas de custeio com a implantação do novo regime de trabalho.

A adesão ao novo regime é facultativa e o servidor que passar para ele terá que assinar e cumprir um plano de trabalho.

(Com informações da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.