Prefeitura de Goiânia prorroga PPI até o final do mês

Último dia para contribuintes devedores regularem situação foi o dia 1° de julho. Até o dia 31, Sefin vai notificar cidadão e empresas que não quitaram tributos

Jeovalter Correia concede entrevista a jornalistas sobre balanço final do PPI. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Jeovalter Correia concede entrevista a jornalistas sobre balanço final do PPI. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

A Prefeitura de Goiânia decidiu prorrogar o fim do prazo do Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) para o dia 31 de julho. O anúncio foi feito pelo secretário de Finanças da Prefeitura de Goiânia, Jeovalter Correia, na manhã desta quarta-feira (2/7), ao conceder entrevista a jornalistas sobre o balanço final do benefício, no 2º pavimento do Paço Municipal.

A data para que o contribuinte participasse do programa foi encerrado no dia 1º de julho. O PPI visa arrecadar impostos atrasados, como IPTU e ITU, a fim contrair dinheiro ao caixa e solucionar a crise orçamentária da atual administração. Entre os maiores devedores estão instituições financeiras e grandes empresas. O auxiliar do prefeito Paulo Garcia (PT) também falou sobre a situação financeira da prefeitura.

Mesmo com a prorrogação, aqueles que não quitaram os dividendos até a última terça-feira terão os nomes inseridos em sistemas de consulta de crédito, como o Serasa e o Cadastro Nacional de Inadimplentes (Cadin).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CELIO DIAS PIMPÃO

NO PPI PODERIA SER PERMITIDO A ADESÃO VIA INTERNET.