“Prefeitura de Goiânia precisa assumir erros, mas nada que justifique impeachment”, diz Romário Policarpo

Para o presidente da Câmara Municipal, o pedido de impedimento de iris Rezende se baseia em críticas à forma de administração, que ele concorda que deva mudar, mas que não sustentam o processo

Foto: Fernando Leite | Jornal Opção

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Romário Policarpo (Pros), disse que, do pouco que leu sobre o protocolo de impeachment contra o prefeito Iris Rezende (MDB), apresentado pelo deputado estadual Alysson Lima (PRB), não considera que os argumentos justifiquem um pedido de impedimento.

“Acredito que deveriam haver mudanças, sim, na administração, também acho que falta mais diálogo. A prefeitura precisa assumir que comete alguns erros, mas isso é passível de ser corrigido, nada que sustente um impedimento”, disse.

Segundo ele, o processo apresentado na quarta-feira, 8, está na Procuradoria da Câmara e, depois, será analisado mais a fundo por ele. “Mas pelo que já li, vejo críticas à administração e a forma de gestão apenas”, analisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.