Prefeitura de Goiânia inicia construção de viaduto na BR-153

Prazo para conclusão da estrutura é de 180 dias. Obras não vão acarretar mudanças e alterações no trânsito

A Prefeitura de Goiânia iniciou nessa quinta-feira, 28, as obras de construção do viaduto da BR-153, também conhecido como viaduto da Enel. Lançado em setembro do ano passado, o início do empreendimento acabou sendo adiado por conta da autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), liberada no dia 30 de janeiro e, posteriormente, pela desistência da empresa vencedora da concorrência pública. A segunda colocada, Construtora Ingá Ltda, assumiu o contrato e iniciou os serviços

Os trabalhos estão acontecendo no Jardim Novo Mundo, com a limpeza do terreno e escavação do solo. A empresa também executará os serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, calçada acessível e obras complementares do viaduto. O prazo para conclusão é de 180 dias.

De acordo com o projeto, o viaduto ligará a Rua 117, no Setor Leste Universitário, à Avenida Rio Preto, no Jardim Novo Mundo, passando sobre a BR 153, no km 498. Pelas características, com infraestrutura e mesoestrutura em concreto armado moldado in loco, as obras não afetarão o trânsito, portanto, não haverá alterações de rotas no local e na região atingida. Já na BR-153, haverá interdições rápidas e alternadas na faixa direita do respectivo acostamento, quando a superestrutura metálica for montada.

Com recursos de R$ 7.592.334,83, oriundos do tesouro municipal, a construção do viaduto visa desafogar o trânsito na região, resultado do forte adensamento de bairros das imediações, como o Jardim Novo Mundo e o Setor Leste Universitário, que não contam com entradas viárias nesta parte da cidade. A previsão é de que o viaduto atraia um tráfego de 2.500 veículos por dia.

População

O Setor Leste Universitário abriga cerca de 25 mil habitantes, sendo 7.457 hab/km². Já no Jardim Novo Mundo, englobando o Jardim Novo Mundo II e Jardim Novo Mundo Extensão, são mais de 40 mil habitantes, sendo 30.018,11 hab/km².

Além desses, também serão beneficiados pelo viaduto os bairros Água Branca, Jardim Califórnia, Chácara Califórnia, Aruanã III, Jardim Califórnia – Parque Industrial, Residencial Sonho Verde, Residencial Sonho Verde Complemento, Residencial Vale do Araguaia, Vila Maria Luiza, Vila Martins e Vila Martins Extensão.

“Somos extremamente preocupados com o sistema de transporte e a mobilidade urbana de Goiânia e essa obra é mais uma contribuição para aliviarmos a nossa malha viária em termos de trafegabilidade para todos os usuários da cidade”, reforçou o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.