Prefeitura de Goiânia confirma primeiro caso de infecção simultânea

O caso de dupla infecção é de uma mulher de 60 anos que trabalha na Rede Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou nesta quinta-feira, 6, o primeiro caso de infecção simultânea da Covid-19 e da influenza A, causada pelo vírus H3N2 e que tem sido chamada de Flurona, a junção das palavras flu (gripe, em inglês) e corona (referente ao coronavírus). O caso é de uma mulher, profissional de Saúde, tem cerca de 60 anos, e que apresenta sintomas leves dos dois vírus.

De acordo com a secretaria, a paciente está sendo monitorada. A flurona foi constatada em um exame realizado em laboratório particular. Além da confirmação, também foi realizada coleta para sequenciamento a fim de identificar a variante para Covid-19 e se trata da variante Ômicron.  

Além deste caso, o Jornal Opção adiantou na última quarta-feira 05, que dois médicos que trabalham na Rede Municipal de Saúde também tiveram exames positivados simultaneamente para Covid-19 e para a Influenza A. Os exames foram confirmados em laboratórios particulares e encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz, para o mapeamento genético e a investigação laboratorial sobre o tipo da variante.  A SMS e o Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (Simego) ainda não confirmaram estes dois casos.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.