Prefeitura consegue verba para restauração da Praça do Trabalhador e Estação Ferroviária

Gestão municipal conseguiu aprovação de verba junto ao Ministério da Cultura por meio do PAC Cidades Históricas

Foto: Reprodução / Prefeitura de Goiânia

Foto: Reprodução / Prefeitura de Goiânia

A prefeitura de Goiânia conseguiu junto ao Governo Federal a verba necessária para obras de revitalização de dois marcos históricos da capital: a Praça do Trabalhador e Estação Ferroviária. O projeto básico já tem a liberação de aproximadamente R$ 7 milhões em recursos pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) do Ministério da Cultura, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas.

“É sabido que Goiânia tem um extenso acervo art decó, tombado pelo patrimônio histórico, e o papel dos gestores é cuidar para que as futuras gerações possam apreciá-lo. Fico muito feliz em poder trazer mais esse presente para a Capital”, disse o prefeito Paulo Garcia, destacando a revitalização e as fontes luminosas da Praça Cívica, recém-entregues.

O projeto arquitetônico de revitalização do espaço foi doado à administração municipal pela arquiteta Janaína de Castro e prevê a restauração de toda a construção, incluindo piso, revestimento e painéis do Frei Confaloni instalados na Estação Ferroviária, além da revitalização da iluminação e do paisagismo. A Praça do Trabalhador contará com uma área de recreação com pergolado, academia ao ar livre e mesas de tabuleiro. Uma fonte será instalada na praça representando o monumento ao trabalhador, demolido na época da Ditadura Militar.

A Maria Fumaça será restaurada e relocada e os trilhos serão recompostos parcialmente, simbolizando onde o trem passava. O interior da estação sediará a banda marcial de Goiânia e abrigará museu sobre a história da Capital, um local de leitura e uma cafeteria.

Todo o projeto foi elaborado para garantir acessibilidade às pessoas com deficiência. “Esse trabalho tem uma importância cultural e histórica. Mais uma vez, devolveremos um espaço público totalmente restaurado para os goianienses e os visitantes da Capital”, afirma Paulo Garcia.

A equipe do Gabinete Executivo de Projetos Especiais da prefeitura (Gepac), responsável pela negociação de repasses junto ao Governo Federal, explica que o MinC já aprovou todas as peças técnicas básicas do projeto. “Agora, aguardamos a liberação do convênio para iniciar o processo licitatório”, afirmou Vanderlei Toledo de Carvalho Júnior, gerente do Gepac. A licitação será realizada contratando-se projeto executivo e obra. (Com Ascom / Prefeitura de Goiânia)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.