Prefeitura abre consulta pública para regularizar Uber em Goiânia

Minuta de Decreto estará disponível à população no site da SMT a partir desta quinta-feira, ficando aberta a contribuições até o dia 15 de março

Divulgação

Divulgação

A Prefeitura de Goiânia anunciou, nesta quinta-feira (25/2), a abertura de consulta pública  para colher manifestações sobre a minuta de Decreto que regula a “exploração econômica do uso intensivo do viário urbano” na capital, o que inclui o serviço oferecido pelo aplicativo Uber.

O documento para análise estará disponibilizado no site da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT) a partir desta quinta-feira, ficando aberto a contribuições até o dia 15 de março.

Conforme informações da pasta, serão considerados apenas os comentários e as sugestões encaminhados por meio do sistema eletrônico disponível no site da secretaria. As contribuições não serão respondidas individualmente, mas todas serão avaliadas para a definição do texto final do decreto.

De acordo com a gestão municipal, o objetivo da medida é “evitar ociosidade e sobrecarga da estrutura disponível, racionalizando o uso da infraestrutura instalada e proporcionando melhorias de acessibilidade e mobilidade”.

A proposta traz as especificações relativas aos critérios estabelecidos para os operadores do serviço, as condições a serem cumpridas para devida autorização, as atribuições das autorizadas, e os requisitos mínimos para a prestação do serviço.

Sobre as operadoras autorizadas, o Decreto dispõe acerca da política tarifária e das exigências para cadastrar veículos e motoristas, incluindo o pagamento de preço público com indenização e compensação pelo uso intensivo da malha viária para a exploração da atividade econômica.

Ainda de acordo com o Decreto, a SMT será o órgão fiscalizador, responsável por acompanhar, desenvolver e deliberar as normas e políticas públicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.