Prefeitos reúnem com Caiado em busca de mais prazo para assumir iluminação em rodovias

Encontro acontece na sexta-feira, 20, na Goinfra. Todos os prefeitos dos municípios interessados confirmaram presença

Foto: Reprodução

Após decisão da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) em passar a responsabilidade da iluminação pública das rodovias estaduais que cortam os perímetros urbanos para as prefeituras, a Associação Goiana de Municípios (AGM) solicitou uma reunião com as partes par tentar solucionar o impasse. O encontro acontece na sexta-feira, 20, e contará com a presença de todos os prefeitos dessas cidades.

O presidente da AGM e prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio de Rezende, afirmou que os municípios estão na expectativa: “Esperamos que o governo estadual se sensibilize, até porque, essa rodovia é usada por todo goiano e pessoas de fora de Goiás. Essa rodovia no escuro pode causar transtornos e acidentes graves”.

“Vamos ser atendidos junto com o pessoal da Enel, e com os prefeitos que têm interesse, das cidades que margeiam as rodovias. Isso para chegarmos a um entendimento de como vai ficar essa situação”, declarou.

Segundo a Enel, a Goinfra solicitou o desligamento do fornecimento de energia de cerca de 3,5 mil pontos de iluminação pública em rodovias estaduais que passam pela região Metropolitana de Goiânia.  “Nós fomos procurados pela Enel para ver se podemos ajudar a dar uma solução para essa questão da iluminação das rodovias”, afirmou Paulo Sérgio.

E ressaltou: “A Enel não desenergizou ainda os cabos por conta de roubo ou coisa parecida, ou algum dano que possa ocorrer e depois causar maias prejuízo ainda. Mas os prefeitos têm pedido para que o governador se sensibilize e ajude os municípios nessa questão financeira, até porque não está dentro do orçamento dos municípios”.

A empresa informou, em nota, que aguarda um entendimento entre as partes para que não seja necessário fazer o desligamento.

A Goinfra, por sua vez,  defende que a mudança é prevista por lei. “Nos termos da Constituição Federal, é de competência dos municípios a manutenção da rede e o custeio da tarifa de energia do serviço de iluminação pública nas rodovias estaduais no âmbito do perímetro urbano e de expansão urbana”.

A Agência reiterou ainda, que no mês de julho, as prefeituras foram notificadas sobre o assunto. Até o momento, apenas as prefeituras de Trindade e Nerópolis assumiram a responsabilidade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.