Prefeitos do MDB mudam discurso e dizem que pesquisas não definem candidato

Tidos como “caiadistas, Ernesto Roller, de Formosa, e Paulo do Vale, de Rio Verde, defendem união do oposição para disputa ao Governo de Goiás

Prefeito de Formosa, Ernesto Roller, e prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale | Foto: Divulgação / Facebook

A ala do MDB goiano mais alinhada à candidatura do senador Ronaldo Caiado (DEM) ao governo de Goiás parece ter mudado o discurso quanto ao critério para a escolha do candidato da oposição para cabeça de chapa na eleição de outubro.

Se antes salientavam que o senador aparece melhor nas pesquisas já divulgadas, agora pregam um discurso de “união da oposição” e que deve ser escolhido como candidato a governador aquele que conseguir aglutinar mais aliados. O posicionamento oficial do MDB é de certeza da candidatura do deputado federal Daniel Vilela ao governo de Goiás.

Para o prefeito Paulo do Vale, de Rio Verde, deve ser escolhido o nome com maior capacidade de aglutinação e de angariar apoios. “A pesquisa é um dos critérios mas não é determinante. Acho que tem que ter uma somatória de atributos. Precisamos de um candidato que consiga reunir apoio. Também não adianta estar bem ou crescer nas pesquisas e estar sozinho”, avaliou.

Do Vale afirma que desconhece posicionamentos definidos quanto a um ou outro candidato da oposição. “Enquanto não tiver esse posicionamento, essa definição entre Daniel e Caiado, trabalhamos para que a oposição esteja unida. Desconheço que algum prefeito [do MDB] tenha declarado apoio incondicional a Caiado”, disse.

Já Ernesto Roller, de Formosa, avalia que o argumento da liderança nas pesquisa “é forte”, mas não deve ser o único. “[Posicionamento nas pesquisas] pode ser um critério, mas o que defendo é um diálogo, uma união para construção desse projeto em conjunto”, disse ao Jornal Opção.

Ele reitera que não está fechado com o projeto de Caiado, mas que também acha que o MDB deva bater o martelo pela candidatura do deputado Daniel Vilela. “Nos últimos anos o partido apostou nessa reserva de candidatura e perdeu todas as vezes. Temos que pensar na composição e no candidato de oposição que vai vencer a eleição”, ponderou o prefeito de Formosa.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.