“Prefeito não pode fazer de Goiânia uma acompanhante de luxo”, diz Lucas Calil

Para deputado estadual, a capital tem sido usada por políticos que querem governo estadual; “cabe a nós eleger um prefeito que tenha compromisso com a cidade”

O deputado estadual Lucas Calil (PSL) defendeu, nesta quarta-feira (26/10), uma renovação na administração de Goiânia. De acordo com ele, a eleição de candidatos jovens, como ele na Assembleia Legislativa (em 2014) e Lucas Kitão (PSL) na Câmara Municipal, mostra que há a necessidade de novos nomes na política. “Está mais que comprovado que esse grupo que está aí não deu conta do recado”, afirmou.

O parlamentar disse que o PT e o PMDB, partidos que comandam a cidade desde 2000, falharam com a administração municipal. “Eles têm feito nossa cidade de uma acompanhante de luxo. Usam Goiânia para galgar ‘voos maiores’: ganham a eleição e usam a prefeitura para tentar o governo estadual”.

Para Calil, Goiânia precisa de um prefeito que veja os problemas da cidade e tente solucioná-los. Segundo ele, cabe à juventude dar uma oportunidade para um nome novo, mas que já foi testado e que tenha competência nas administrações pública e privada, o caso do candidato Vanderlan Cardoso (PSB).

“Cabe a nós eleger de fato um prefeito que tenha compromisso com a cidade e que não faça dela uma acompanhante de luxo, mas um prefeito integral, que fique aqui e ajude a resolver os problemas, ficando os quatro anos à frente da prefeitura”, enfatizou.

Indefinição

Lucas Calil comentou, ainda, as pesquisas de intenção de voto. O parlamentar disse que há uma “banalização” das enquetes. De acordo com ele, cada dia uma pesquisa mostra algo diferente, mas o que ele vem percebendo na campanha é, realmente, um cenário indefinido.

“Acredito que  vai ser uma eleição voto a voto”, defendeu. Ele disse ainda que esta última semana será decisiva, principalmente por conta do último debate entre os candidatos, realizado pela TV Anhanguera na sexta-feira (28), que pode causar “uma mudança significativa” no destino da disputa.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.