Prefeito do PSDB é preso acusado de abusar de menina de 8 anos

Caso aconteceu em Bariri, no interior de São Paulo. Paulo Henrique Barros de Araújo ocupava o cargo de forma interina

O Prefeito interino de Bariri (SP), Paulo Henrique Barros de Araújo, preso sob suspeita de estuprar menina de oito anos – Polícia Militar/Reprodução

O prefeito em exercício de Bariri (SP), Paulo Henrique Barros de Araújo (PSDB) foi preso no último sábado (21/4) acusado de violência sexual contra uma menina de 8 anos.

Segundo informações da Polícia Militar, ele raptou a vítima e se dirigiu a uma área de mata onde seu carro ficou preso em um buraco. A criança então deixou o veículo a pé e pediu socorro.

Quando os agentes chegaram ao local, o prefeito tentava se esconder no mato. Na delegacia, segundo o delegado Fábio Mariotto que fez o flagrante, ele teria confessado o estupro, no entanto, na audiência de custódia realizada na manhã deste domingo (22), ele negou todas as acusações. O advogado de defesa do prefeito, Humberto Pastrello, não quis comentar o caso.

Na audiência foi decretada a prisão preventiva e a também o sigilo do processo. Ele deve permanecer preso até o final das investigações.

Conforme o relato da criança para a família, o prefeito teria se passado por policial e dito que um ladrão estaria no bairro e, por isso, levaria a menina de volta para casa. Entretanto, vizinhos viram a garota conversando com um desconhecido e avisaram a família, que acionou a Polícia Militar.

Paulo Henrique de Araújo é presidente da Câmara Municipal de Bariri e está no cargo de prefeito desde o início de 2017, quando o ex-prefeito e vice foram barrados pela Lei da Ficha Limpa.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.