Prefeito de Porangatu corta próprio salário como medida de contenção de despesas

Redução de salários, suspensão de gratificações e nomeações fazem parte de economia de recursos a serem utilizados na saúde pública 

Prefeito de Porangatu, Pedro Fernandes | Foto: Reprodução

O prefeito de Porangatu, Pedro Fernandes, tomou medidas de contenção de despesa para enfrentamento à crise causada pela pandemia da Covid-19, doença causada pelo coronavírus (Sars-Cov-2). Os recursos economizados devem ser utilizados na estrutura da saúde pública do município do norte goiano.

Entre as medidas adotadas para os próximos 90 dias estão a suspensão de novas nomeações e gratificações, suspensão do abastecimento da frota de veículos do município (com exceção da saúde). Além disso, o prefeito determinou a redução dos salários da administração direta.

O salário do prefeito deve ser reduzido em 30%, do vice-prefeito em 20% e dos secretários em 15%. Além disso, determinou a suspensão dos eventos que envolvem custos e aglomeração: Via Sacra; Campeonatos Esportivos; Arraiá do descoberto.

“Iremos seguir todas as recomendações dos decretos do governo do estado com relação às restrições e orientações à população”, diz o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.